segunda-feira, 16 de abril de 2012

E vejo cores em vocês

São as formas que nos deu a forma.
E da nossa captou-se a cor.
Se difundiu e refletiu a cor da alma,
A cor do sorriso.

Tenho sorriso rosa e ele laranja.
E por baixo da minha franja tem-se o olhar.

Olhares para ele!

O meu vinho e os dele, vermelho.
Que nem refletido no espelho,
Nem a luz do luar,
A cor do amar reproduz.

Somos cores primarias!
Que de enrosco em camas paletadas,
Transformamo-nos em todas as cores do mundo!

Somos as cores alegres de qualquer gode.

Seriámos nós  aquela energia em cor pra sempre?
Uma eternidade, certamente,  na noite colorida.
Um arco- íris tão real que seguramos por dentro.
E em plena felicidade explodimos cores de sentimentos,
E sentimento em cores.

Eram cores.
São as cores!
As melhores de você,
As  melhores de mim.
As melhores  que se enleiam de nós.
E o destino registra,
Amores, cores, formas em retrato minimalista.

2 comentários:

  1. (...)"Tonight I throw myself into
    And out of the red out of her head she sang
    Come down and waste away with me
    Down with me...
    Slow, how you wanted it to be
    Over my head, out of my head she sang"(...)

    ResponderExcluir
  2. Me gusto mucho!

    Risco!

    ResponderExcluir